Enem – Tudo que você precisa saber (Guia Completo)

Criado em 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio – conhecido popularmente como Enem – tinha como objetivo ser um indicador que expressasse a educação brasileira, ou seja, tinha como função avaliar o desempenho dos estudantes ao término da educação básica.

Em 2004, o Enem – além de continuar sendo uma avaliação do Ensino Médio – passou a oferecer bolsas de estudos, por meio do PROUNI (Programa Universidade para Todos), em universidades particulares.

Depois, em 2009, o exame começou também a ser usado como um mecanismo de seleção para o ingresso no ensino superior – como se fosse um vestibular: uma prova de acesso em várias universidades públicas.

É interessante perceber que desde sua criação, o número de inscritos cresceu consideravelmente. Por exemplo, em 1998 houve 157.200 inscritos, enquanto que no ano de 2015 teve mais de 8 milhões de inscrições.

Enem - Exame Nacional do Ensino Médio

Matriz de Referência do Enem

O Enem se baseia em uma Matriz de Referência, elaborada pelo MEC (Ministério da Educação), que contém cinco competências fundamentais que são esperadas de todos os estudantes:

  1. Dominar linguagens – significa dominar a norma culta da Língua Portuguesa e também utilizar as linguagens matemática, artística e científica, bem como das línguas espanhola e inglesa,
  2. Compreender e interpretar fenômenos – significa construir e aplicar conceitos das diversas áreas do conhecimento de forma que se compreenda os fenômenos naturais, processos histórico-geográficos, produção tecnológica e manifestações artísticas,
  3. Solucionar problemas – significa que o estudante deve saber selecionar, organizar, relacionar e interpretar informações e dados (que estarão representados nas mais variadas formas) para que haja tomada de decisão e enfrentamento de situações-problema,
  4. Construir argumentação – significa relacionar informações (que estarão representadas nas mais variadas formas) e conhecimentos para que se construa argumentação consistente em situações concretas, e
  5. Elaborar propostas – quer dizer que o estudante deve recorrer aos conhecimentos adquiridos e desenvolvidos na escola para que sejam usados na elaboração de propostas de cunho solidário, que sejam realistas, respeitosas com os valores humanos e levando em conta a diversidade sociocultural.

Estes são os eixos cognitivos, isto é, que são comuns a todas as áreas de conhecimentos abordados no Enem.

Como funciona o Enem?

O Enem, por ser o maior teste educacional brasileiro, atualmente possui 180 questões de múltipla escolha, divididas em quatro áreas de conhecimentos:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias (História, Geografia, Filosofia e Sociologia),
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Química, Física e Biologia),
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira, Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação),
  • Matemática e suas Tecnologias.

Por ser um grande número de questões (45 cada prova objetiva), o Enem é feito em dois dias consecutivos – geralmente no sábado e domingo, com uma divisão de horário de 4 horas e 30 minutos e 5 horas e 30 minutos, respectivamente.

Como Funciona o Enem?

Além disso, o aluno é solicitado a escrever uma redação sobre um tema de cunho social, científico, cultural ou político contendo até 30 linhas, seguindo a norma padrão da Língua Portuguesa.

Redação do Enem

A redação do Enem é uma importante parte do exame, especialmente pelo grande foco de atenção que deve ser dado pelos estudantes. A redação se torna a quinta prova do Enem, recebendo uma nota individual por ela. A nota da redação pode ser essencial para diversos alunos que possam ter dificuldades em uma das outras provas.

É claro que a redação tem como meta avaliar a capacidade do estudante em expor uma ideia, ter raciocínio e defender um argumento.

A redação poderá ser zerada em quatro situações:

  1. Fugir do tema proposta de forma proposital em qualquer parte do texto,
  2. Entregar a redação sem texto escrito ou mesmo com até sete linhas, independentemente do conteúdo,
  3. Desrespeitar os direitos humanos, assim como fazer desenhos ou escrever algo impróprio,
  4. Não desenvolver a proposta solicitada ou ainda desenvolver uma estrutura textual que não seja a dissertativa-argumentativa.

Embora não seja possível prever qual será o tema de redação escolhido no Enem, o estudante pode utilizar provas antigas para conhecer o tipo de redação que a banca examinadora escolhe.

Redação do Enem

O estudante pode também lembrar que o Enem, por ser uma prova de caráter social e democrático, poderá escolher um tema que foi destaque na mídia e no mundo ou mesmo uma situação que o Brasil precisa enfrentar. Dessa forma, os acontecimentos mais importantes do ano atual e dos últimos anos, que possuem relação com direitos humanos e movimentos sociais.

Eliminação do candidato no Enem

Um candidato ao Enem pode ser eliminado se:

  • Fornecer informações falsas no ato da inscrição pela internet,
  • Perturbar a ordem no local em que a prova será aplicada, além de qualquer comportamento indevido durante a realização do exame,
  • Tratar com descortesia ou agir de forma incorreta com outro(s) participante(s) ou com indivíduos que estão envolvidos no processo de aplicação da prova,
  • Comunicar-se com outros participantes durante o período das provas,
  • Realizar qualquer tipo de consulta, como em uso de livros, notas ou impressos, bem como no uso de aparelhos eletrônicos.

O porte de armas de qualquer espécie é proibido e passível de eliminação.

Preparação para o Enem

Preparação para o Enem

O local da prova do Enem estará escrito no cartão de confirmação da inscrição, feita pela internet. No dia da prova, é preciso levar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente.

Você tem direito a levar alimentos. Indica-se aqueles que são de fácil manuseio, como é o caso da água, frutas e barras de cereais, por exemplo.

Em termos de vestuário, é recomendado que não se utilize bonés e óculos escuros. Roupas bem confortáveis são as ideias.

É obrigatório ter em mãos um documento de identificação original e com foto.

Celular e outros equipamentos devem ser desligados e guardados no porta-objetos que será fornecido na sala de prova. Coloque os objetos dentro, lacre-o e deixe-o sob a carteira.

O Enem é uma autoavaliação do participante: dará continuidade à formação do candidato e, como consequência, em sua inserção no mercado de trabalho.

Recomendados para você: