Exército – alistamento, concurso, salário e alistamento feminino

As forças armadas são um dos principais instrumentos para preservar a hegemonia e a soberania de um país. O Exército é uma das três forças que compõem a defesa do Brasil, visando manter a segurança territorial.

A defesa brasileira é composta pelas seguintes forças: Marinha do Brasil, Força Área Brasileira e Exército Brasileiro. A autoridade dessas forças é o Presidente da República que define e autoriza suas ações.

exercito

No que compete ao Exército, seu marco inicial foi a Batalha dos Guararapes, evento que expulsou os invasores holandeses das terras brasileiras.

Entre os seus deveres estão:

  • Manter a integridade nacional;
  • Trabalhar junto aos órgãos de defesa civil;
  • Proteger as fronteiras terrestres;
  • Participar de atividades que promovam a paz no Brasil e no mundo;
  • Sua engenharia realiza serviços de obras públicas, que sejam significativamente o país;
  • Combater e prevenir ações terroristas, ataques cibernéticos e outras situações que comprometam a segurança do país.

E como fazer para ingressar no Exército?

Existem as opções do alistamento obrigatório e os concursos para ingressar na carreira militar. O interessado poderá tornar-se um militar de carreira, um militar temporário ou um aluno do Colégio Militar.

Alistamento obrigatório

O alistamento militar obrigatório é um dever que brasileiro do sexo masculino precisa realizar. A falta desse compromisso será penalizada com diferentes sanções. Aquele que não se alistar ficará impedido, entre outras coisas, de:

  • Dar entrada no passaporte, ou seja, ficará impedido de realizar viagens internacionais;exército brasileiro
  • Participar de concursos públicos, tão pouco assumir alguma função em estatais; é, também, solicitada a baixa do serviço militar em empresas particulares e, caso não tenha participado do alistamento, o homem ficará impedido de assinar carteira;
  • Não poderá concorrer às vagas em universidades ou em outras instituições públicas de ensino.

Para alistar-se, o jovem precisa ter 18 anos ou estar no ano em que irá completar tal idade. No alistamento obrigatório, não é possível seguir carreira militar, sendo o tempo máximo de permanência de 8 anos.

E no caso das mulheres, como proceder? Veremos a seguir.

Exército feminino

No Brasil, as mulheres são liberadas do alistamento militar obrigatório no Exército, em tempos de paz. Em possíveis conflitos, o alistamento feminino para compor a frente de batalha poderá não ter caráter voluntário.

Porém, a história das mulheres no exército brasileiro remonta ao século XIX, quando Maria Quitéria de Jesus exército femininoparticipou das batalhas que firmaram a Independência do Brasil. Ao longo dos anos, as forças armadas foram dando mais espaço às mulheres brasileiras, elas estiveram presentes como grupo de apoio na Segunda Guerra Mundial, servindo como enfermeiras e outas áreas médicas nesse importante fato histórico do século passado.

Nas décadas seguintes, o Exército Brasileiro foi criando cursos que deram às mulheres a possibilidade de engajar. Nos anos 90, esse movimento foi consolidado com a abertura nas academias militares. Muitas brasileiras tornaram-se militares e estão presentes como oficiais em áreas médicas, engenharias e outras.

Atualmente, existem vários cursos nas academias militares disponíveis para mulheres seguirem carreira militar.

Concurso para o Exército e suas faixas salariais

Àqueles que aspiram seguir carreira militar, o ano de 2018 tem previsão de concursos públicos para muitas instituições militares. Entre os requisitos globais para os militares de carreira estão:

  • Altura mínima para homens de 1,6 m e para mulheres 1,55 m;
  • Para tornar-se oficial, o candidato precisa ser brasileiro nato;
  • Para praças, o candidato poderá ser nato ou naturalizado.

As principais vagas estarão disponíveis nas seguintes instituições:

1 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército (vagas para homens e mulheres, edital previsto para maio de 2018);

2 – Escola de Sargentos de Armas (vagas apenas para homens, edital previsto para maio de 2018);exército brasileiro brasão

3 – Escola de Sargentos de Logística (vagas para homens e mulheres, edital previsto para maio de 2018);

4 – Escola de Sargentos de Logística – áreas de Saúde e Música (vagas para homens e mulheres, edital previsto para maio de 2018);

5 – Escola de Formação Complementar do Exército (vagas para homens e mulheres, edital previsto para junho de 2018);

6 – Escola de Formação Complementar do Exército – Capelão (vaga para homens e mulheres que tenham formação em Teologia, ou que já sejam sacerdotes, o edital está previsto para junho de 2018);

7 – Instituto Militar de Engenharia (podem concorrer homens e mulheres, o edital será disponibilizado em maio de 2018);

8 – Escola de Saúde do Exército (vagas para homens e mulheres, edital previsto para junho de 2018).

No Exército, a faixa salarial é bem diversificada. Depende, evidentemente, do posto que se assume. O saldo de um cabo engajado é de R$2.249,00, e de um primeiro tenente chega a R$7.796,00. Seguir a carreira militar no Exército brasileiro é uma ótima oportunidade para quem busca realização pessoal e profissional.