FIES 2018 – Como funciona, inscrições, pré-requisitos. Veja como fazer!

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa da União, que oferece financiamentos a estudantes de graduação, matriculados em faculdades particulares. E em 2018 o FIES terá algumas mudanças.O FIES 2018 vem com novidades significativa: a ampliação das vagas. Fora o acréscimo de contratos, o programa do governo federal, ainda está em trâmite no senado o fim do período de carência.

A taxa de juros continuará sendo uma das vantagens que atraem os estudantes que almejam futuro promissor, mas não tem condições financeiras para tal.

A maior novidade do FIES 2018 é o incremento de 310 mil vagas para contratos já confirmados pelo Ministério da Educação (MEC). E 100 mil dessas vagas serão destinados a estudantes mais carentes das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

A intenção do governo federal é capacitar mais jovens e adultos que buscam no ensino superior novas oportunidades. Além disso, movimenta as várias instituições privadas, que aproveitam esses recursos para realizar investimentos em seus campus.

fies como cadastrar

Inscrição no FIES 2018

Os procedimentos para inscrição no FIES 2018 permanece como nos outros anos. O candidato seguirá a seguinte sequência:

  • Cadastre-se no Sistema de Seleção do FIES. O estudante informará dados pessoais, e logo após, receberá e-mail validando o cadastro. Apenas depois da validação nesse sistema, poderá seguir com o processo de inscriçãoPara isso acesse o site (http://sisfiesaluno.mec.gov.br/seguranca/principal)
    sistema fies cadastro
  • Depois dos dados validados, o estudante terá 5 dias para confirmar sua inscrição
  • Finalmente inscrito, o estudante precisará realizar os procedimentos necessário com a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino que pretende ingressar. Esse setor fará o vínculo do estudante para o financiamento ser liberado
  • Por fim e após todo processo de validação, chega a parte do financiamento propriamente dito. Caso necessite de fiador, o estudante precisará apresentar a documentação deste. Tudo confirmado, é só escolher qual banco federal usará como agente financeiro.

É importante elucidar todas as dúvidas contratuais ou documentais nessa etapa. O compromisso do financiamento deve estar claro ao estudante, para não ter surpresas.

Requisitos 

Como se trata de financiamento, o estudante não poderá ter restrições de crédito. E caso precise de fiador, o mesmo também precisará ter o CPF limpo, sem restrições nas empresas de proteção ao consumidora como Serasa, por exemplo.

Outras exigências básicas são:

  • Não ter concluído nenhum curso superior
  • Ter realizado ENEM, e pelo menos obter nota mínima e não zerar a redação

Algumas mudanças ocorrerão e estarão vinculadas ao perfil do estudante que solicitar o FIES 2018. Em trâmite no senado existem modalidades que funcionarão como requisitos para aceitação dos novos interessados.

Três modalidades estão aguardando liberação para serem aplicadas, serão:

fiesFIES 01

  • Atende estudantes com renda familiar de até 3 salários mínimos;
  • Juros zero;
  • Sem carência. O estudante só começar a pagar após a formatura;

FIES 02

  • Destinado a estudantes com renda familiar de até 5 salários mínimos;
  • Juros que variam de 2,5 a 3 %
  • Financiamento exclusivos para estudantes do Norte, Nordeste e Centro-Oeste

FIES 03

  • Destinado a estudantes com renda familiar de até 5 salários mínimos;
  • Contratos geridos por bancos privados
  • Estarão disponíveis para todos os estudantes do país

Como funciona atualmente

resultado fies 2018Algumas dessas mudanças estão previstas para o FIES 2018, e podem ser revistas. Atualmente ainda vigoram algumas regras do financiamento. Hoje ele é dividido em fases de utilização, de carência e de amortização.

Na fase de utilização o estudante paga a cada 3 meses o valor de até R$ 150,00. Esse valor é referente aos juros do financiamento.

A fase de carência é o período que o estudante terá, logo após a conclusão do curso para poupar o valor e quitar o financiamento. Esse período é de 18 meses. Porém, a cada 3 meses precisa realizar o pagamento de R$ 150,00, referente aos juros.

Já a fase de amortização diz respeito ao momento de regularizar o débito. O provavelmente agora, profissional, precisará pagar o financiamento por completo.

Todas essas fases serão esclarecidas durante o período prévio do financiamento. As cláusulas serão explicadas. Mas, qualquer dúvida sempre questione.

O certo é que o FIES 2018 continuará a atender aqueles que sonham cursar uma boa faculdade. Poderão investir em suas carreiras, e alcançar o sucesso.

Recomendados para você: