Jovem aprendiz 2018 – Guia completo com tudo que precisa saber

O programa Jovem Aprendiz 2018 continuará com as mesmas vantagens para profissionais iniciantes que procuram firmar-se no mercado de trabalho. Aqui, vamos apresentar o guia completo sobre o programa!

jovem aprendiz rj 2018

O projeto Jovem Aprendiz é pautado por contrato de trabalho especial, no qual jovens, de até 24 anos, têm assegurado formação técnico-profissional. Eles têm vínculo empregatício, recebem salários, benefícios e, em paralelo as suas rotinas do trabalho, seguem para capacitação teórica, em instituições sem fins lucrativos.

Os jovens inscritos em programas assim estão acobertados por lei, e as empresas que investem nesse formato de mão de obra conseguem alguns subsídios por parte do estado.

Jovem Aprendiz 2018 – Quem pode candidatar- se?

O Ministério do Trabalho (MT) tem legislação rígida, que deve ser seguida por empresas contratantes, pelos candidatos e pelas instituições de ensino participantes do programa.

O perfil dos candidatos é uma das condições principais para serem atendidas. Segundo o Manual de Aprendizagem, disponibilizado pelo MT, pode-se candidatar:

  1. Adolescente ou jovens com idade entre 14 a 24 anos, matriculados na escola (para aqueles que não tenham concluído o Ensino Médio) ou inscritos no programa de aprendizagem;
  2. Para aprendizes com alguma deficiência, não haverá limite de idade para contratação;
  3. Aprendizes que morem em lugares onde não exista curso de Ensino Médio, será aceito o Ensino Fundamental completo.

O MT, também, prevê que o jovem aprendiz não pode ser dispensado quando a empresa argumenta que precisa reduzir o quadro de funcionários. O aprendiz terá que cumprir seu contrato até o final – caso não seja cumprido, a empresa sofrerá penalidades.

Em relação às instituições de ensino que realizam a parte teórica do curso, as principais são:

  1. SENAI – Serviço Nacional de Aprendizagem da Indústria;
  2. SENAC – Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio;
  3. SEST/SENAT – Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte;
  4. SENAR – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural;
  5. SESCOOP – Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo.

Essas instituições disponibilizam ótima qualificação teórica aos jovens. Eles seguem para ter aulas logo que terminam o expediente de trabalho.

Jovem Aprendiz 2018 – Benefícios e média salarial

Fazer parte do programa de aprendizagem garante ao jovem, não apenas sua inserção no mercado de trabalho, mas, também, contrapartidas financeiras que lhe ajudarão a investir em sua carreira.

Ele terá a Carteira de Trabalho assinada, e possuirá os mesmos direitos de outros funcionários do setor que estiver inserido. Em linhas gerais, os jovens têm os seguintes benefícios:

  1. Trabalham até 6 horas diárias (de segunda a sexta), não podendo realizar horas-extras;
  2. Seu contrato pode ser renovado até 24 meses;
  3. Seu ordenado é regulado a partir do salário mínimo vigente;jovem aprendiz sp
  4. Recebe 13º Salário;
  5. Tira férias no mesmo período do intervalo em sua escola;
  6. Recebe vale transporte e vale alimentação;
  7. Poderá participar dos planos de saúde disponibilizados por algumas empresas.

Em relação à média salarial, dependerá das horas semanais que trabalhar. Algumas empresas têm regime de trabalho diferenciado, dessa forma, incidirá na remuneração do aprendiz. Considerando o salário mínimo atual e os mais comuns formatos de contração, os salários dos contratados em programas de aprendizagem ficam em:

  1. R$ 413,33 aos que trabalham 20 horas na semana;
  2. R$ 454,66 aos que trabalham 22 horas na semana;
  3. R$ 475,33 aos que trabalham 23 horas na semana;
  4. R$ 516,66 aos que trabalham 25 horas na semana;
  5. R$ 619,99 aos que trabalham 30 horas na semana.

Jovem Aprendiz 2018 – Como candidatar-se?

Nas regiões brasileiras existem órgãos que realizam a candidatura dos jovens interessados em participar do programa de aprendizagem. Um dos mais conhecidos é o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE).

No CIEE, o jovem poderá inscrever-se e a instituição encaminha para uma das empresas cadastradas. Esse Centro ficará responsável por monitorar o aprendiz, durante todo o vínculo empregatício.

Mas, existem empresas que disponibilizam suas vagas de forma direta, ou seja, em seus portais de notícias convocam jovens para participar de seleções. O interessado deve ficar atento, se quiser participar de importantes grupos.

No Brasil, empresas como o Banco do Brasil, os Correios, a Caixa Econômica Federal, a Loja Americanas, a Petrobras, o Bradesco, entre outras, promovem todo ano seleção para contratar novos aprendizes. Cada uma tem seu formato de recrutamento e, normalmente, vinculam seus requisitos em sites como o vagas.com.

O programa Jovem Aprendiz 2018 promete mais vagas do que o ano anterior. Com a previsão de uma melhora na economia, muitas empresas devem contratar. Portanto, fique atento às oportunidades e parta na frente para conseguir a sua vaga.