Minha Casa Minha Vida 2018 – Condições de financiamento e detalhes do programa

O Minha Casa Minha Vida é um programa do Governo Federal que visa oferecer auxílio para as famílias que desejam e precisam ter sua própria moradia. É uma alternativa acessível direcionada para quem não possui recursos financeiros para comprar um imóvel.

O programa funciona por meio da colaboração de cooperativas habitacionais, associações e algumas entidades privadas sem fins lucrativos. No entanto, existe algumas regras e requisitos para ser beneficiado. Desde 2017 houve algumas mudanças que seguirão para o ano de 2018. O Minha Casa Minha Vida 2018 conta com novos limites de renda para contemplar famílias que possuem renda mensal bruta entre R$ 1.800,00 até R$ 9.000,00. Conheça aqui todos os detalhes para participar.

detalhes minha casa minha vida 2018

Quem tem direito a casas populares

Ter uma casa própria é o sonho da maioria das pessoas, principalmente para aqueles que pagam aluguel. Para muitos esse desejo era praticamente impossível, devido ao alto custo de um imóvel, mas com o programa Minha Casa Minha Vida se tornou muito mais fácil alcançar este sonho. Para se cadastrar e participar do programa você deve ter:

  • Renda familiar com até 3 salários mínimos;
  • O solicitante não pode ter nenhum tipo de restrição de crédito;
  • Não pode constar que existe outros imóveis em seu nome;
  •  As prestações não podem comprometer o limite de 30% da renda bruta familiar;
  • O seu FGTS não pode ter sido utilizado para financiar outro imóvel nos últimos 5 anos.

Essas condições mudaram em relação ao programa do ano passado. Confira aqui os detalhes sobre o Minha Casa Minha Vida de 201.

Como se inscrever

As famílias com renda de até 3 salários mínimos são consideradas dentro dos requisitos para receber as casas populares. Os interessados devem se dirigir até umas das prefeituras de sua cidade para se inscrever e concorrer aos sorteios das casas populares. Ou acessar o site da Caixa e fazer a inscrição online.

Se a renda familiar for maior do que 3 salários mínimos você deve ir até uma agência da Caixa ou entidade parceira para realizar a inscrição e obter o auxílio para comprar ou construir a casa.

financiamento minha casa minha vida 2018

Para realizar a inscrição é preciso apresentar os seguintes documentos:

  • Carteira de identidade (RG) com CPF,
  • Carteira de motorista (CNH) se tiver,
  • Carteira de trabalho, ou passaporte,
  • Ficha de cadastro habitacional,
  • Os 6 últimos holerites,
  • Extrato recente do FGTS,
  • Cópia da Carteira de Trabalho,
  • Declaração de Imposto de Renda,
  • Certidão da situação Civil,
  • Comprovante de aluguel, luz, água (com menos de 60 dias de emissão),
  • Declaração do IR.

Sorteio – Como funciona?

Após realizar o cadastro se a sua família se enquadrar no perfil de família com renda até 3 salários mínimos, você participará de um sorteio que serão realizados em datas determinadas e divulgadas no site da prefeitura. Fique de olho para acompanhar a seleção.

Lista de contemplados

As listas com o nome das famílias selecionadas ficam disponíveis nas secretarias responsáveis em cada cidade. Quem for contemplado para participar do programa Minha Casa Minha Vida receberá uma carta com todas as informações das próximas etapas para efetivar o pedido do benefício.

Quais são as opções de financiamento?

O Minha casa Minha Vida pode financiar até 90% do valor do imóvel, mas para cada tipo de renda existe um tipo de financiamento disponível.

O Governo dividiu em quatro faixas de rendas para disponibilizar o benefício de acordo com cada perfil:

  • Renda com até R$ 1.800,00 – Benefício de financiar até 90% do valor do imóvel. Pagamento em até 120 prestações mensais (10 anos) de, no máximo, R$ 270,00 sem juros;
  • Renda com até R$ 2.600,00 – poderá adquirir a casa com benefício de até 5% de juros ao ano;
  • Renda com até R$ 4.000,00 – poderá adquirir a casa com benefício de até 5,5% a 7% de juros ao ano;
  • Renda com até R$ 9.000,00 – poderá adquirir a casa com benefício entre 8,16% e 9,16% de juros ao ano;
  • Se houver a necessidade será possível usar o crédito do FGTS também, o programa aceita se você desejar comprar um imóvel, abater o saldo devedor ou efetuar o pagamento das prestações.

Gostou? Você pode conferir mais informações como essas em nosso blog. Deixe seu comentário, sugestão ou compartilhe com seus amigos!

Recomendados para você: