Cálculo FGTS – Como Funciona

Na vida profissional, lidamos com uma sigla que traz muitas dúvidas: o FGTS. O FGTS é o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – um depósito mensal obrigatório por parte do empregador, ou seja, um direito do funcionário!

A criação do FGTS é de 1966 pela Lei nº 5.107 – atualmente regido pela Lei nº 8.036/1990. Inicialmente, o FGTS foi elaborado para garantir que um trabalhador, demitido sem justa causa, pudesse ter uma medida de proteção (ou estabilidade).

O FGTS, para simplificar, se torna um valor que é depositado, no início de cada mês, em uma conta vinculada ao contrato de trabalho.

Cálculo FGTS 2

Por isso, saber como é feito o Cálculo FGTS é imprescindível para qualquer trabalhador! Ele pode ajudar a complementar o valor do seguro desemprego, é por meio dele que é feito o cálculo de rescisão, além de que pode ser usado no financiamento da casa própria e os valores concedidos.

Percentual do FGTS e quem tem direito a ele?

O FGTS é constituído por depósitos mensais no valor correspondente de 8% do salário bruto pago ao funcionário. Tudo isso será usado no FGTS cálculo com a rescisão de cálculo, onde você pode sacar na agência da Caixa mais próxima com todo o cálculo de salário no caso de demissão.

Todos os contratos de trabalho firmados conforme a Lei nº 11.180/2005 têm como percentual 2%. Essa lei aborda o Contrato de Aprendizagem (para aprendizes de catorze a dezoito anos).

Por isso fique atento ao seu saldo FGTS e todo o cálculo de saldo disponível, os direitos do trabalhador incluem a empresa calcular rescisão do contrato, ter informações completas sobre conta FGTS depositada, com o desconto de INSS já contabilizado, acréscimo de horas extras e a multa de FGTS quando se é mandado embora.

Ao saber como o seu FGTS calcular, você sabe mais sobre como funciona o cálculo de multa, o cálculo do 13º, como fazer o cálculo de desconto, o processo de salário em férias, como calcular multa em alguns casos e muito mais. Sempre de olho em qualquer ponto que necessite uma correção monetária e outros cálculos.

Mas quem possui direito ao FGTS?

Todo trabalhador brasileiro que possui contrato de trabalho formal – sendo regido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) – assim como:

  • Trabalhador rural,
  • Trabalhador temporário,
  • Trabalhador avulso,
  • Empregada Doméstica,
  • Operários rurais que trabalham somente em períodos de colheita,
  • Atletas profissionais.

Através da Lei Complementar nº 150/2015, o FGTS se tornou um direito dos empregados domésticos. Sendo obrigatório por parte do empregador, o percentual é de 8% também.

É importante saber que o valor do FGTS fica retido na conta vinculada do trabalhador, sendo que poderá ser retirado integralmente quando terminar o contrato de trabalho, ou em outras condições:

  • Quando houver demissão sem justa causa,
  • Quando houver concessão de aposentadoria pela Previdência Social,
  • Quando houver conta vinculada por 3 anos ininterruptos sem crédito de depósito (esse item somente vale para afastamentos até 3 de julho de 1990),
  • Quando houver permanência do funcionário por 3 anos ininterruptos fora do regime do FGTS (o saque é liberado a partir do mês de aniversário do titular da conta bancária).

Agora, como fazer o Cálculo FGTS? Para saber seu FGTS valor, algumas vezes é indicado ir até uma Caixa Econômica Federal, porém veja abaixo informações completas sobre o serviço FGTS em caso de término de contrato.

Em casos de dúvida, é possível contratar um profissional especializado, seja o cálculo do FGTS de empregada doméstica, calcular saldo de muitos anos de trabalho, fazer o processo ao mês que foi registrado, com ou sem o seu cartão cidadão e muitas outras coisas em geral facilmente verificadas por meio da porcentagem de cálculo.

Como calcular o FGTS? Como isso funciona?

O cálculo para descobrir o valor do FGTS é muito simples de ser realizado, pois utiliza-se dois valores:

  • Salário bruto (antes dos descontos),
  • Período de trabalho (quantidade de meses que o colaborador está trabalhando ou que já trabalhou).

Cálculo FGTS 1

Se você quer saber qual é o valor que você recebe mensalmente de FGTS, multiplique o seu salário bruto por 8%. Veja o exemplo de cálculo e como calcular a porcentagem abaixo:

Exemplo

  • Salário bruto (antes dos descontos): R$ 950,00
  • Alíquota FGTS: 8%
  • R$ 950,00 x 8% = R$ 76,00

O empregador paga R$ 76,00 de FGTS todos os meses em sua conta vinculada.

Agora, se você deseja saber quanto de FGTS você já possui em sua conta por determinado período de tempo trabalho, é só multiplicar (pegando o exemplo acima):

R$ 76,00 x NÚMERO DE MESES TRABALHADOS.

Por exemplo: R$ 76,00 x 12 meses, que é R$ 912,00.

Os trabalhadores costumam se enrolar para fazer esse cálculo, porém o FGTS não é difícil e não tem grandes dificuldades, você pode verificar mais se quiser no site da Caixa. Lá você aprende a como calcular férias, fazer o INSS cálculo e outros cálculos pela Caixa, que é o local onde em contar abertas os empregadores depositam os recursos todos os meses de seus empregados, daquilo que é descontado.

O Cálculo FGTS é muito fácil utilizando os dados corretos quanto ao seu salário bruto e tempo de serviço. Fique atento se o seu empregador deposita corretamente o valor – caso você note que não há movimentação na conta, dirija-se a uma Delegacia Regional do Trabalho (DRT).

É importante que quando trabalhador sabe sobre seus direitos, indo além apenas do 13º salário, cálculo de férias, seguro desemprego cálculo e muito mais. Com os cálculos trabalhistas em dia, o FGTS pode ser contestado caso os empregadores estejam errados. É uma obrigação que o empregador faça o cálculo do seguro correto e tenha certeza do saldo devedor do que é FGTS.