Calendário PIS 2017/2018: Consulte aqui!

O PIS é um dos principais benefícios oferecidos aos brasileiros. Trata-se do Programa de Integração Social, que é especificamente voltado a empregados de empresas privadas.

Para que serve o PIS?

O PIS tem como finalidade promover uma distribuição de renda mais igualitária. Todo mês, as empresas pagam um tributo, também chamado de contribuição social, para que seja feito o financiamento do seguro desemprego.

Esse valor fica sob gestão da Caixa Econômica Federal e em um determinado período do ano parte dele é repassado para alguns trabalhadores, como forma de abono salarial, numa tentativa de equilibrar a renda desses profissionais.

Todos os trabalhadores que já tiveram a sua carteira assinada tem direito ao pagamento do abono, isso no caso, são milhões de trabalhadores que tem o direito de receber e sacar o abono se algum dia trabalhou formalmente e tem registro no Ministério do Trabalho.

Você pode ter mais informações por meio do calendário PASEP, pelo telefone  e também nas informações pela internet sempre atualizadas, é preciso ficar de olho nas datas, nos valores correspondentes ao número de meses para então receber PIS corretamente.

Normas para concessão do PIS 2018/2019

O abono salarial do PIS é concedido sempre tendo como base o ano anterior. Portanto, em 2019 serão consideradas informações inerentes ao ano de 2018 para estabelecer quais trabalhadores têm direito ao benefício.

Para receber o abono o trabalhador tem de cumprir alguns pré-requisitos, tais como:

  • Estar inscrito no PIS há pelo menos cinco anos;
  • Ter trabalhado para empresa privada no ano anterior por pelo menos 30 dias, consecutivos ou não;
  • Ter recebido remuneração média de até dois salários mínimos vigentes no ano base;
  • Ter dados corretamente cadastrados na RAIS, isto é, na Relação Anual de Informações Sociais. Esse processo é feito pela empregadora.

Os trabalhadores terão que acessar nos servidores públicos ou em qualquer uma agência da Caixa para conseguir ter acesso ao PIS em sua conta o quanto antes. Você pode acompanhar as datas e saber quando estarão disponíveis ao trabalhador. Ao ver seus dados no seu documento de identificação você pode saber se ainda não tem acesso e está incluído no calendário de pagamentos ainda este ano por sua atividade remunerada.

Consulta PIS 2018/2019

Ainda na dúvida se você tem direito ao abono do PIS? Há uma forma simples de ter a confirmação definitiva, basta acessar o site da Caixa Econômica Federal no link https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01, para realizar a consulta PIS. Depois, siga as seguintes recomendações:

  • Informe o número do NIS, que nada mais é do que o PIS;
  • Digite a senha da internet. Caso não tenha uma é só cadastrá-la no momento do acesso, clicando em “cadastrar senha”;
  • Selecione “não sou um robô” e clique em “ok”;
  • Na página seguinte, clique na aba PIS;
  • Selecione “consulta a pagamento”. A próxima página trará a informação se você tem direito ao abono salarial e o valor a ser pago.

Outra forma de consultar PIS 2018/2019 é utilizando o Cartão do Cidadão, que possibilita verificar benefícios disponíveis, podendo sacá-los quando estiverem liberados. Por lá você sabe mais sobre o seu PIS 2018, não tem surpresas e sabe os dias em que pode sacar já os valores completos. Além disso, tem informações de como apresentar documento, quando trabalhou no ano e valores, quando o benefício é disponibilizado e assim ter o dinheiro na conta.

Tabela PIS 2017/2018

A liberação do abono do PIS é feita de acordo com uma tabela/calendário específico criado pelo governo federal. O pagamento é dividido em duas fases, com pagamentos em 2018 e 2019.

Quem nasceu entre julho e dezembro recebe o benefício ainda em 2018. Os nascidos entre janeiro e junho poderão sacar o dinheiro no primeiro semestre de 2019. Confira, a seguir, as datas específicas de pagamento:

  • Nascidos em julho: 27/07/2018;
  • Nascidos em agosto: 17/08/2018;
  • Nascidos em setembro: 14/09/2018;
  • Nascidos em outubro: 19/10/2018;
  • Nascidos em novembro: 17/11/2018;
  • Nascidos em dezembro: 14/12/2018;
  • Nascidos em janeiro e fevereiro: 18/01/2019;
  • Nascidos em março e abril: 22/02/2019;
  • Nascidos em maio e junho: 15/03/2019.

Como funciona o pagamento do PIS?

O governo federal liberou três formas de pagamento, para facilitar o acesso ao dinheiro. Saiba, a seguir, como receber o abono do PIS:

  1. Por meio de caixas eletrônicos em agências da Caixa Econômica Federal, correspondentes Caixa Aqui e casas lotéricas, utilizando o Cartão Cidadão;
  2. Saque em agência bancária da Caixa Econômica Federal, diretamente no caixa, apresentando o número do PIS e um documento de identificação;
  3. Crédito em conta na Caixa Econômica Federal, seja poupança ou corrente. Para casos assim, o calendário de pagamento é diferenciado, com datas de crédito específicas:
  • Nascidos em julho: 25/07/2018;
  • Nascidos em agosto: 15/08/2018;
  • Nascidos em setembro: 12/09/2018;
  • Nascidos em outubro: 17/10/2018;
  • Nascidos em novembro: 14/11/2018;
  • Nascidos em dezembro: 12/12/2018;
  • Nascidos em janeiro e fevereiro: 16/01/2019;
  • Nascidos em março e abril: 20/02/2019;
  • Nascidos em maio e junho: 13/03/2019.

Como calcular o valor do PIS?

O valor do PIS é calculado de acordo com a quantidade de meses trabalhados no ano base. Por exemplo, quem trabalhou apenas 2 meses, receberá 2/12 do salário mínimo vigente então, que é de R$ 880.

Portanto, se você trabalhou 2 meses, basta multiplicar 880 por dois e depois dividir o resultado por 12. Neste caso, o valor a receber corresponde a R$ 146,66.

Esqueceu a data de pagamento? Saiba o que fazer!

Se a sua data de pagamento já tiver passado, saiba que ainda é possível receber o dinheiro, porque ele fica à disposição do trabalhador até o dia 29 de junho de 2019, que é a data final estabelecida pelo governo. Até lá é possível sacar o dinheiro numa agência da Caixa ou usando o Cartão do Cidadão.