Emprego: 7 dicas para arrumar o seu

Confira algumas dicas bem úteis para arrumar emprego e conseguir sua colocação no mercado.

No mundo atual, as pessoas estão tentando de todas as formas sobreviver a crise econômica. E quem está desempregado tem a disposição uma infinidade de sites de emprego, como Catho, riovagas e muitos outros. Mas mesmo assim é preciso se preparar bem. As empresas em momentos de crise disponibilizam menos vagas e a concorrência aumenta. Seus critérios avaliativos são maiores, por isso é preciso levar em consideração variados fatores para uma boa apresentação.

Como montar seu currículo

É a partir dele que as oportunidades vão surgindo, mas não se deve construir grandes textos. Ser direto e separar por partes é essencial. Comece com seus dados pessoais, endereço e contatos, depois descreva o objetivo com a empresa seguindo com suas qualificações, fazendo com que o recrutador siga interessado. Fale sobre sua formação acadêmica, cursos e eventos, sem esquecer dos seus conhecimentos em informática e outros idiomas. Cuide da gramática, sempre o atualize.

A entrevista

A decisão do empregador irá adquirir uma direção a partir da entrevista. Comece demonstrando seu interesse por estar ali, sem exageros como quem quer qualquer função e não pense que se deve estar preparado para todas as perguntas, pesquise sobre a empresa, reconheça seus pontos fracos a se desenvolverem, e eleve especialmente suas técnicas e habilidades. Não fale mal de empregos anteriores, opte por roupas mais formais, isso sem distinção de empresa, é importante.

Seja sincero

Não tente de maneira alguma aumentar seu poder técnico, nem demonstrar habilidades que não possua ou que não exercia no emprego anterior. Quando não entender perguntas, peça para repetir e não busque desculpas ou motivos demasiados para a falta de conhecimento sobre determinado assunto.

Seja natural

As pessoas são contratadas por suas competências e demitidas pelos seus comportamentos. Então, se apresente de maneira natural, busque não fazer muitos gestos ou “melhorar” o jeito de conversar, isso só aumenta a ansiedade e nervosismo. Ser quem você é, saber seus pontos fracos e fortes, pesquisar a média salarial no mercado da função desejada, para que não pareça desinteresse (já que algumas empresas hoje perguntam preferência salarial) levando em conta sua experiência.

Atualização constante e tecnologia

Empresas hoje, se atualizam constantemente, nas maneiras de escolher seus funcionários e adquirir tecnologias, as integrando ao seu funcionamento. Nós como pessoas, devemos objetivar isso e diariamente conhecer novas tecnologias, ler sobre, criar habilidades, bem como no crescimento intelectual, integrando especializações na área de interesse, se apropriando de livros, jornais, eventos e cursos, até mesmo online. Em tempos de menos oportunidades ser flexível conta, por isso não se deve prender o foco em apenas um campo do conhecimento.

A vaga e o local

Quando você possui experiência ou busca conquistar no seu próprio campo de atuação, escolher por qualquer vaga não trará isso. Enviar currículo para qualquer empresa e vaga pode servir apenas de frustração, pois terão pessoas mais preparadas para o cargo. Conheça o local de trabalho, onde se localiza, se é realmente o que você quer e se é acessível para se cumprir a carga horária necessária.

Cuide das suas redes sociais

Para algumas empresas, as redes sociais contam como critério avaliativo mesmo sem o candidato estar ciente. Ter cuidado para não se expor demais com fotos, frases, pontos de vista e ideias compartilhadas é legal para sua vida e a visão sobre quem é você por quem o escolhe.

Conclusão

Bom caros leitores, esperamos que as dicas tenham sido úteis e que consigam o tão sonhado emprego.

Se você tem alguma dúvida ou sugestão de novos artigos, os comentários estão a disposição! Quem sabe sua sugestão não vira um novo artigo aqui em nosso site?

Até a próxima!