O que é um empréstimo consignado? Vale a pena?

A falta de dinheiro assola milhares de brasileiros diariamente. Seja para pagar uma dívida, comprar um carro, uma casa, estudar, investir em um negócio próprio ou, até mesmo, em momentos de desespero. A saída para muitos é o empréstimo consignado. Essa é a melhor maneira de conseguir crédito rápido e com as menores taxas de juros no mercado.

No entanto, apesar de ser um forma vantajosa para quem realmente precisa fazer um empréstimo, essa modalidade não se encaixa para todas as pessoas, isso porque o valor da mensalidade é descontada em folha de pagamento ou benefícios do INSS. Entenda melhor o que é o empréstimo consignado e veja se ele serva para você:

O que é empréstimo consignado?

O que é um empréstimo consignado? Vale a pena?

O empréstimo consignado é uma modalidade para conseguir ter um crédito no mercado, com baixas taxas de juros e flexibilidade no pagamento. Essa é considerada uma das melhores formas de conseguir dinheiro rápido e seguro, porém só é possível contratar esse tipo de serviço no banco em que você recebe salário, aposentadoria ou pensão.

Quando comparado a outras formas de empréstimo, percebe-se que a diferença na taxa de juros é gigantesca! O empréstimo consignado tem as melhores taxas porque tem a garantia e segurança de que você irá receber o dinheiro de volta – diferente de outras modalidades de empréstimo.

O empréstimo consignado só pode ser realizado por quem recebe algum benefício do INSS ou quando o local de trabalho possui alguma parceria com algum banco para esse tipo de negócio. Resumindo, quem pode contratar o empréstimo consignado são:

  • Aposentados ou pensionistas do INSS;
  • Servidores públicos;
  • Militares das forças armadas;
  • Trabalhadores de empresas privadas, que tenham convênio com as instituições financeiras.

As taxas de juros são menores porque o valor é descontando em folha de pagamento, ou seja, a instituição financeira sabe que irá receber o dinheiro, sempre sem atrasos. Apesar dessa facilidade, não é possível emprestar mais que 30% do seu salário mensal.É possível solicitar mais 5% (totalizando 35%), mas só poderá ser usado em um cartão de crédito específico.

Além disso, é possível realizar mais de um empréstimo consignado, desde que não ultrapasse o limite pré-estabelecido de 35%.

Vale a pena fazer empréstimo consignado?

Se você encaixa-se no perfil das pessoas que podem realizar o empréstimo consignado e está precisando de crédito no mercado, vale a pena. Principalmente quando comparamos esse tipo de empréstimo com outros, como cheque especial, empréstimo rotativo, com penhor ou refinanciamento de veículos.

Algumas pessoas consideram esse tipo de empréstimo um adiantamento salarial. Mas, lembre-se: esse dinheiro será descontado dos próximos salários. Apesar de baixos, os juros são acrescidos nas mensalidades, e quanto mais mensalidades, maior serão os juros.

Riscos e vantagens

Há muitas vantagens em realizar esse tipo de empréstimo, em casos de necessidade. Primeiramente, pelo baixo juros cobrado. Em seguida, podemos destacar a praticidade, já que não há necessidade de pagar o empréstimo mensalmente, pois ele vem descontado do salário. Dessa forma, não há como esquecer.

O prazo também é bem confortável, podendo ser até 96 meses para servidores públicos e 72 meses para aposentados e pensionistas do INSS. No entanto, quanto maior o prazo para quitar, maior serão os juros pagos.

O melhor de tudo é que, no empréstimo consignado,o dinheiro cai rapidamente em sua conta – cerca de 24 horas. O prazo é variável de uma instituição financeira para outra, mas, de qualquer forma, continua sendo uma das mais rápidas de se conseguir o crédito desejado.

Assim como qualquer outro tipo de empréstimo, há riscos. Parte do seu salário está comprometida com a mensalidade, o que pode te causar problemas para pagar outras contas. Ao perceber esse aperto e não encontrando outra saída, você terá que renegociar a dívida, aumentando o número de parcelas ou realizando outro empréstimo consignado, a fim de quitar o primeiro.

Se realmente precisar de dinheiro, organize-se financeiramente e faça um planejamento de economia doméstica. Em seguida, opte pelo empréstimo consignado. No entanto, leve sempre em consideração que, apesar dos baixos juros, terá que pagar mensalmente – o que poderá interferir em sua renda mensal.