Enfermeiro: qual a formação, o salário médio e o mercado de trabalho

O enfermeiro é um profissional indispensável na área da saúde, pois é por meio dele que o sistema de instituições de saúde, como postos, hospitais e clínicas, funcionam em plena harmonia.

O enfermeiro tem a função de atuar diretamente com os pacientes, cuidando de situações de vulnerabilidade, que exigem acompanhamento de um profissional, bem como a prestação de assistência a todos os familiares.

A principal função do enfermeiro é assegurar que todas as ordem médicas serão devidamente seguidas, bem como administração de medicamento, higiene, auxílio em cirurgias e recuperação do paciente. Além disso, o profissional também pode empenhar-se no apoio e desenvolvimento de ações à saúde, junto à comunidade.

Formação de Enfermeiro

Enfermeiro: qual a formação, salário médio e mercado de trabalho.

Em algumas situações, as pessoas confundem o profissional de enfermagem com o Técnico de Enfermagem. Embora esses profissionais atuem na mesma área, a formação do enfermeiro é diferente. Para conseguir o diploma de enfermagem, é necessário fazer um curso de formação superior, em que devem ser investidos cerca de 4 anos de estudos, entretanto, as vantagens são: salários mais altos e menor carga horária.

Outra forma de atuar na área é realizando um curso técnico de enfermagem, mas,  nesse caso, os estudos levam cerca de 2 anos e meio. Para quem pretende crescer na carreira e conseguir ganhar um salário melhor, é recomendado fazer o curso de graduação – possibilidade considerada inclusive por quem já fez o curso técnico e pretende dar um up profissional.

No Curso de Graduação de Enfermagem, são estudadas as seguintes disciplinas:

  • Anatomia do corpo;
  • Atendimento pré-hospitalar;
  • Biossegurança;
  • Psicologia;
  • Enfermagem clínica;
  • Farmacologia;
  • Enfermagem ginecológica;
  • Enfermagem cirúrgica;
  • Enfermagem na saúde coletiva.

Diversas instituições de ensino ministram o curso de graduação de enfermagem, sendo essencial que a universidade escolhida seja credenciada pelo MEC.

Áreas de atuação do enfermeiro

O enfermeiro tem uma área bem ampla de atuação, além de que as perspectivas para a profissão são excelentes, uma vez que é comprovado que a população está envelhecendo e, cada vez mais, precisa de profissionais da área.

Entretanto, o profissional que deseja ser enfermeiro precisa ter um perfil que gosta de servir as pessoas e prezar pelo bem-estar delas.

As principais áreas de atuação do enfermeiro são:

  • Obstetrícia: prestar assistência no pré-natal e no auxílio do parto;
  • Enfermagem geral: supervisionar equipe de técnicos de enfermagem em hospitais, no atendimento à pacientes;
  • Pediatria: atuar no campo de recém-nascidos, acompanhamento o crescimento do bebê e dando informações às mães sobre os cuidados e o aleitamento materno;
  • Enfermagem do trabalho: atendimento ambulatorial em empresas, inclusive indústrias, que devem manter um centro de saúde para seus funcionários;
  • Geriatria: atendimento de pessoas idosas em hospitais, clinicas, casas de repouso e, até mesmo, domicílio;
  • Saúde pública: atuar na comunidade, com campanhas de prevenção de doenças, em creches, postos de saúde e hospitais;
  • Resgate e emergência: ser um membro de equipes de salvamento de urgência;
  • Pesquisas: integrar grupos de pesquisas clínicas, em hospitais ou universidades, além de poder dar aulas teóricas e práticas;
  • Gestão: atuar de forma administrativa, organizando estratégias, para melhorar o atendimento aos pacientes.

A área da enfermagem oferece inúmeras possibilidades, inclusive ao profissional que trabalhar de forma autônoma, cuidando de pacientes em suas residências (Home Care).

Mercado de trabalho e salário base do enfermeiro

Enfermeiro: qual a formação, salário médio e mercado de trabalho.

A área da saúde está sempre em alta, afinal, conforme a população aumenta e envelhece, os serviços de cuidados com o bem-estar físico e mental são requeridos. A oferta de vagas para atuar como enfermeiro é variante, pois depende da localidade. No geral, investir na carreira é uma excelente ideia, pois as chances de crescimento são grandes.

Salário base do enfermeiro

O salário base do enfermeiro pode variar, de acordo com a cidade e o estado. De acordo com algumas pesquisas, a remuneração fica entre R$1.400,00 e R$4.400,00,sendo a média nacional em torno de R$2.700,00.

O sindicato dos enfermeiros de cada estado é que estabelece o piso salarial da profissão. Além disso, eles podem variar, de acordo com a área de atuação. Um enfermeiro autônomo, por exemplo, que atua em domicílio, pode chegar a ganhar uma média de R$2.500,00. Enquanto que um Coordenador ou gerente de enfermagem pode ter um salário acima de R$7 mil reais.

Cursos de aperfeiçoamento, busca por novos conhecimentos, empatia e bom atendimento podem ajudar o enfermeiro a crescer na carreira e ganhar mais.