Engenheiro Mecânico: qual é a formação, o salário médio e mais

A engenharia é uma área ampla, pois existem diversos tipos, cada um abrangendo um campo específico. O engenheiro mecânico, por exemplo, é o responsável por cuidar de projetos, construções, análises, operações e manutenções de sistemas mecânicos. Esse profissional é necessário no desenvolvimento e na fabricação de motores, veículos, máquinas e sistemas termodinâmicos.

As industrias precisam de engenheiros mecânicos para compor o seu time. Afinal, esse profissional é capacitado para desenvolver e trabalhar com diversos tipos de motores. Para tornar-se um engenheiro mecânico, é preciso estudar bastante e gostar de exatas. Entenda melhor o que é essa profissão e saiba como se tornar um:

O que o engenheiro mecânico faz?

Engenheiro Mecânico: qual é a formação, o salário médio e mais

É bem comum encontrar engenheiros mecânicos trabalhando em indústrias e em fábricas. Basicamente, trabalham com o desenvolvimento de motores e sistemas, observando, analisando e projetando. Mas, esse profissional também atua no controle de qualidade dos resultados finais e lidera equipes de produção.

Por ser necessário na fabricação e produção de muitos produtos, a área de atuação é bem ampla. Com o desenvolvimento constante de novas tecnologias, o papel do engenheiro mecânico torna-se cada vez mais requisitado. O mais comum é encontrar esse profissional em fábricas automobilísticas, montadoras, indústria têxtil e também eletroeletrônica.

Com a expansão do mercado e a descoberta de novas tecnologias, há outros tipos de indústrias que necessitam desse profissional. São elas:

  • Petroquímicas;
  • Celulose;
  • Indústria de açúcar;
  • Gás;
  • Álcool.

Essa é uma profissão em constante ascensão, afinal, a tendência é que cada vez mais os sistemas mecânicos sejam utilizados e passem por transformações. Isso significa que a presença de profissionais é primordial para o sucesso de um projeto.

Formação

Para atuar como engenheiro mecânico, é preciso conquistar o diploma de bacharel em Engenharia Mecânica. No entanto, deve-se cursar em uma instituição com reconhecimento do MEC. Além disso, após formar-se terá que conquistar o registro profissional pelo CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) de seu estado.

A duração do curso superior de Engenharia Mecânica é de, em média, 5 anos.Exige-se que para concluir a faculdade de bacharel o aluno faça o estágio supervisionado e entregue um bom TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

A grade do curso é boa parte voltada para a área de ciências exatas, que vai desde matemática e álgebra, à física, como termodinâmica. Além dessas disciplinas, o aluno precisa ter conhecimento em outras áreas, aprendendo sobre os processos industriais. Algumas das disciplinas que devem ser cursadas são:

  • Administração;
  • Álgebra Linear;
  • Desenho Técnico;
  • Desenvolvimento Econômico;
  • Elementos de Máquinas;
  • Engenharia Automotiva;
  • Ergonomia e Segurança do Trabalho;
  • Estatística;
  • Fenômenos de Transporte;
  • Física;
  • Gestão Ambiental;
  • Mecânica Aplicada;
  • Planejamento, Programação e Controle da Produção;
  • Química;
  • Sistemas Fluidomecânicos;
  • Termodinâmica aplicada.

Além dessas, há outras disciplinas na grade curricular, que precisam ser cursadas. A carga horária de cada uma pode variar de uma universidade para outra, mas é necessário realizar todas.

Área de atuação

Como já dito, o engenheiro mecânico pode atuar em indústrias e fábricas de diversos segmentos e portes. Afinal, o profissional é requisitado para acompanhar o desenvolvimento e a utilização de máquinas, sistemas e motores.

Dessa forma, a área de atuação é ampla e está em constante expansão, incluindo desde a fabricação de produtos, até montadores de carros. O profissional também poderá trabalhar com tudo o que envolva máquinas e equipamentos, fazendo protótipos, realizando testes e aplicando as modificações necessárias.

Também, atua elaborando produtos e acompanhando todo o seu processo de fabricação, além de auxiliar e acompanhar a comercialização dos produtos fabricados, oferecendo o suporte técnico aos consumidores.

A média salarial também irá variar de acordo com o estado e o tipo de indústria onde irá atuar. Inicialmente, estima-se algo em torno de R$6.000,00. Profissionais no auge da carreira, considerados sênior, podem faturar em torno de R$9.000,00(ou mais).

É importante salientar que é necessário muito estudo e muita dedicação para tornar-se um engenheiro mecânico. O avanço na carreira influencia diretamente nos ganhos salariais. Após finalizar a faculdade, o profissional pode especializar-se em uma área, para aumentar seu conhecimento, sua experiência e seu salário. A especialização pode ser na área de robótica, mecânica avançada e outras.