Intercâmbio na Alemanha – Trabalho ou estudo? Como funciona?

Estudar alemão, principalmente para os brasileiros, é uma tarefa difícil. E que tal aprender a língua em um ambiente em que ela é utilizada o tempo inteiro e ainda ter a oportunidade de vivenciar uma cultura diferente?

É justamente isso que o intercâmbio na Alemanha proporciona. Nele, dá para passar um tempo no país somente estudando alemão ou aprender a língua e trabalhar ou, também, fazer cursos de formação, como graduações e pós-graduações.

Ainda não sabe como funciona o intercâmbio na Alemanha? Então, conheça aqui todos os detalhes para realizá-lo, exigências e demais informações importantes para intercambistas.

Tipos de intercâmbio na Alemanha

Intercâmbio na Alemanha - Trabalho ou estudo? Quanto custa? Como funciona?

Estudo de alemão

É a versão mais buscada por adolescentes, estudantes universitários e profissionais já formados. Neste caso, o interesse é específico na língua e há cursos tanto para quem possui conhecimento básico quanto avançado.

Curso técnico, graduação e pós-graduação

Por ter indústrias que são referências mundiais, especialmente no setor automotivo, a Alemanha viu crescer o número de intercambistas interessados em buscar formação ou especialização no país.

Este tipo de intercâmbio é perfeito para pessoas que desejam potencializar seu currículo e aumentar as chances de ingresso em grandes empresas. Mas, há um detalhe importante: é fundamental ter, no mínimo, conhecimento intermediário em alemão para realizá-lo.

Estudo e trabalho

Neste caso, o foco é em quem faz o intercâmbio voltado ao curso técnico, à graduação e à pós-graduação. É essencial ter visto que permite o trabalho no país, para não correr o risco de ser deportado.

Requisitos para intercâmbio na Alemanha

Intercâmbio na Alemanha - Trabalho ou estudo? Quanto custa? Como funciona?

  1. Ter passaporte dentro da validade de 6 meses, contados a partir do dia de embarque;
  2. Possuir comprovante de compra da passagem de volta, especialmente nos casos de cursos de curta duração;
  3. Comprovação de recursos financeiros para manter-se na Alemanha durante a realização do curso (cerca de 660 Euros por mês);
  4. Apresentar, ao entrar no país, um comprovante de residência, seja hotel, alojamento em universidade ou imóvel alugado;
  5. Comprovar a matrícula no curso de línguas ou universidade;
  6. Contratar seguro de saúde/viagem;
  7. Ter a partir de 13 anos.

Quem faz intercâmbio pode trabalhar?

O intercambista pode trabalhar, desde que tenha um visto que permita a atuação profissional no país. De modo geral, o visto de estudante é suficiente para estágios em empresas ou na própria universidade.

Durante todo o período letivo, o aluno pode trabalhar até 20 horas por semana, com remuneração variável, dependendo do tipo de atividade realizada e da empresa na qual atua.

Visto intercâmbio na Alemanha

Caso o curso que pretende realizar tenha curta duração, isto é, até 3 meses, não há necessidade de tirar um visto específico, sendo possível realizá-lo somente com o de turista.

Se a duração do curso for superior a 3 meses, é obrigatório tirar o National Visa, que é dedicado a intercambistas que passarão mais tempo no país. Esse visto também é indicado para quem deseja trabalhar no país.

Para tirá-lo, é preciso pagar taxas e apresentar documentos que comprovem o motivo da viagem, além dosdados pessoais do interessado, tais como:

  1. Passaporte dentro da data de validade;
  2. Comprovante de contratação do seguro de saúde;
  3. Comprovante de matrícula no curso de línguas ou universidade;
  4. Comprovante de fundos financeiros (bolsa ou dinheiro próprio);
  5. Comprovante de residência.

Procedimentos importantes e custos

Prepare-se para gastar cerca de R$8 mil em um curso de curta duração. Tenha o cuidado de reunir e apresentar, ao entrar no país, todos os documentos solicitados pelo governo local, para comprovar o motivo da viagem à imigração e evitar ser barrado no aeroporto.

Antes de fechar o curso, pesquise cidades e escolas, para escolher uma que melhor se adequar ao seu perfil e bolso. Também considere a hospedagem e a localização, para ter facilidade de locomoção e economizar com transportes.

Como os processos de contratação e contato com escolas e universidades podem ser complicados para alguns, uma boa saída para evitar erros e garantir que tudo esteja em ordem é contratar uma agência de intercâmbio, que resolverá todos os pormenores envolvidos.

Agências de intercâmbio na Alemanha

Embora a Alemanha não seja o destino da maioria dos intercambistas, dá para encontrar agências que prestam serviços a quem deseja estudar no país. Entre elas, destaque para:

  1. CI Intercâmbios;
  2. World Study;
  3. EF Intercâmbios;
  4. Egali;
  5. STB.