Médico Veterinário: qual a formação, salário médio e mercado de trabalho

A carreira de medicina veterinária é uma das mais concorridas em vestibulares. Mas, você sabe exatamente o que faz um profissional dessa área, como funciona a formação, o salário e o mercado de trabalho? Veja, a seguir, essas informações!

O que faz um médico veterinário?

Médico Veterinário: qual a formação, salário médio e mercado de trabalho

O médico veterinário é o profissional responsável por prestar assistência clínica a animais silvestres e domésticos. Além disso, ele também atua na realização de cirurgias nos animais, visando a melhoria da saúde e da qualidade de vida.

Além de atuar nessas atividades, o profissional da área também pode exercer tarefas em diferentes segmentos, como o de alimentação/nutrição de animais e criação de rebanhos, especialmente gados.

Há, ainda, a possibilidade de trabalhar em indústrias alimentícias, notadamente em frigoríficos, na inspeção da produção de produtos de origem animal e verificando o atendimento de normas sanitárias e de higiene, com a finalidade de evitar a contaminação da mercadoria.

O médico veterinário pode atuar ainda em vendas de produtos específicos para a criação de animais, como vacinas, remédios e alimentos, sendo uma alternativa atrativa, por conta das comissões que esse tipo de emprego costuma pagar.

Como funciona a formação de medicina veterinária

A graduação em medicina veterinária tem duração média de 5 anos e é oferecida por diversas universidade públicas e particulares por todo o território nacional.

De modo geral, o curso é dividido em três momentos. No primeiro, o aluno estuda disciplinas específicas da área, como anatomia, genética, bioética, nutrição e produção animal, além de algumas disciplinas de exatas, como matemática e estatística.

Depois, é iniciado o aprendizado sobre técnicas clínicas e cirúrgicas, bem como doenças que acometem os animais. É justamente nessa etapa que a fase prática acontece, com aulas em laboratório.

O terceiro e último momento corresponde ao estágio obrigatório e à realização de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), que é feito sob orientação de um professor.

Média salarial de medicina veterinária

A média salarial de médicos veterinários varia de acordo com o segmento que ele atua, se em clínicas, indústrias ou vendas. De maneira geral, o valor corresponde a cerca de R$3 mil por mês. É interessante lembrar que esse é o salário médio base. Profissionais com maior tempo de experiência costumam ganhar mais, assim como aqueles que possuem grau alto de especialização.

Justamente por isso, é importante não parar no curso de graduação, mas especializar-se em outros voltados à área profissional, o que aumentará as chances de o profissional ganhar mais.

Em casos assim, em que o médico veterinário é especializado, é possível ganhar até mais de R$10 mil mensais, principalmente no segmento industrial, que exige um conhecimento específico do profissional.

Como é o mercado de trabalho de medicina veterinária

Médico Veterinário: qual a formação, salário médio e mercado de trabalho

Curiosamente, o Brasil é considerado um dos maiores mercados de animais domésticos do mundo, tanto que o setor atingiu um faturamento de, aproximadamente, R$18 bilhões, somente em 2016.

Justamente por isso, o mercado de trabalho no segmento de clínicas/petshops é aquecido, especialmente quando se oferece algum tratamento especializado para os animais de estimação.

Os segmentos industrial e de vendas, embora sejam mais de nicho, também possuem uma boa oferta de emprego, principalmente pelo fato de que o Brasil é um importante produtor e exportador de produtos alimentícios de origem animal.

Por isso, existe uma quantidade razoável de oportunidades em indústrias, na área de produção, bem como em vendas, na criação de rebanhos de animais de corte ena fabricação de produtos ao mercado interno e externo.

Onde o médico veterinário pode atuar

  1. Clínicas e petshops: prestação de atendimento a animais domésticos;
  2. Centro de pesquisa: destinado ao desenvolvimento de tecnologias e medicamentos para o segmento animal;
  3. Fabricantes de produtos para animais: criação e venda de produtos para o segmento, como rações e medicamentos;
  4. Frigoríficos: fiscalização de estabelecimentos de criação, produção, venda e exportação de produtos que tenham origem animal;
  5. Zoológico: estudo e preservação de espécies nativas do Brasil, atuando ainda em reprodução, projetos de reservas naturais e ecológicas;
  6. Reprodução animal: destaque para fazendas de agronegócio que atuam na criação de rebanhos de animais de corte;
  7. Saúde pública: cargos na esfera pública que tenham como finalidade evitar e controlar zoonoses, impedindo o desenvolvimento de epidemias;
  8. Perícia: campo destinado a profissionais de fiscalização da saúde dos animais que atuam em competição esportiva, verificando se houve uso de substâncias proibidas para melhorar seu desempenho.