PSDB: História, Principais Nomes e Posicionamento Político

Para que um candidato concorra a uma eleição, ele precisa estar filiado a um partido, sendo que cada um possui suas próprias ideologias e o seu próprio posicionamento político. Isso significa que o candidato deve defender os direitos dos eleitores, de acordo com aquilo que o partido zela. Mas, afinal, qual a ideologia do PSDB, um dos partidos brasileiros? Conheça agora toda a sua história, seus principais nomes e como filiar-se, caso goste de sua ideologia política.

História do PSDB

O PSDB nasceu em 1988, mais precisamente no dia 25 de junho. O símbolo escolhido foi um tucano, por representar a brasilidade, contanto com as cores usadas nas campanhas das Diretas Já. Por esse motivo, os psdbistas são chamados de tucanos, tendo seus fundadores origem no PMDB.

No mesmo ano de sua fundação, conseguiu eleger um total de 18 prefeitos, espalhados por todo solo brasileiro. Um ano depois, em 1989 o Partido da Social Democracia arriscou a presidência, tendo seu fundador como candidato: Mario Covas. No entanto, o candidato perdeu logo no primeiro turno.

Ainda em 1989, o PSDB elegeu 9 senadores, 38 deputados federais e 67 deputados estaduais em 19 estados. Já nas eleições de 1992, o partido foi capaz de eleger 293 prefeitos e mais de 3 mil vereadores espalhados por todo o Brasil. E, enfim, nas eleições presidenciais de 1994 elegeu o seu primeiro presidente: Fernando Henrique Cardoso, que permaneceu no poder durante 8 anos, já que foi reeleito em 98. Desde então, o partido não conseguiu eleger mais nenhum candidato à presidência, sempre ficando em segundo lugar para o Partido dos Trabalhadores (PT).

Entenda sua ideologia partidária

É considerado por seus militantes e simpatizantes como sendo centro-esquerda. Já os críticos e intelectuais de esquerda consideram o PSDB um partido centrista ou de centro-direita. Isso acontece porque, em determinadas questões, o partido adota posturais mais liberais.

Originalmente, o objetivo era representar a social democracia no Brasil, por esse motivo suas propostas iniciais baseavam-se em enxugar a máquina pública e instituir o parlamentarismo. O partido também apoiava que o governo regulasse a economia de mercado. Em outras palavras, defende que o capitalismo é positivo para a economia, no entanto não funciona ao distribuir as riquezas produzidas.

A proposta da social democracia defendida pelo PSDB é reduzir as diferenças sociais, tendo que, para isso, produzir riquezas e cobrar impostos. Por esses motivos, uma de suas propostas é que o governo participe ativamente da economia.

Principais nomes do partido

Dentro os principais nomes do partido, destaque para um de seus fundados: o primeiro candidato à presidência, Mário Covas. Fernando Henrique Cardoso, além de ter sido o primeiro (e único) presidente eleito pelo partido, teve grande papel na economia brasileira. Em 1993, com o impeachment de Fernando Collor de Melo e a presidência nas mãos de Itamar Franco, a economia brasileira não andava nada bem. No mesmo ano, FHC, economista e senador, assumiu o Ministério da Fazenda, elaborando o Plano Real, que entrou em vigor em 01 de julho de 1994 e estendendo-se até os dias atuais.

Outros candidatos à presidência pelo partido foram:

  • José Serra (2002 e 2010);
  • Geraldo Alckmin (2006);
  • Aécio Neves (2014).

Como filiar-se ao PSDB

Há duas formas de filiar-se ao PSDB. A primeira delas é procurando os responsáveis pelo partido em sua cidade. Lá, você terá todas as informações que precisa saber e a ficha de filiação para preencher. A outra maneira é acessando o Filiaweb, clicando em “Filie-se” e fazendo a solicitação. Feito isso, poderá acompanhar o seu pedido e verificar sua filiação nesse mesmo site. Você precisa ter seus dados pessoas em mãos, bem como o título de eleitor, para que o partido possa te identificar.